Projeções apontam que setor da construção civil deve gerar 200 mil vagas de trabalho neste ano

Setor se mantém aquecido durante a crise sanitária, aumentando em 10,7% a ocupação de brasileiros com carteira assinada ou informalmente

Ao longo da pandemia da covid-19, o setor da construção civil tem se mostrado com resultados positivos na geração de empregos.

No ano passado, foi uma das áreas que mais abriu vagas de trabalho e de acordo com especialistas, as projeções para 2021 são positivas para a construção civil.

Caso sejam superados problemas como o desabastecimento de insumos e alta no preço da matéria-prima, neste ano, a construção civil pode abrir mais 200 mil vagas de trabalho no Brasil.

Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílio (Pnad), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no final do ano passado, alguns setores da economia apresentaram crescimento da ocupação em quatro de dez grupos de atividade econômica, sendo elas: construção civil, responsável pela melhor alta de 10,7%, depois o comércio e os serviços de reparação de veículos com 4,4%; seguido pelas atividades de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura com 3,8% e a indústria em geral com 3%.

Os especialistas apontam que a redução das taxas de juros e mais e para acesso a financiamentos movimentaram o mercado imobiliário e também o setor da construção civil.

Outro motivo para o aquecimento do setor de construção e reformas, deve-se ao fato de que as pessoas passaram a ficar mais tempo em casa, seja estudando ou a trabalho, fator que despertou nos proprietários desejos por mais conforto e adaptações no lar, como a ampliação de cômodos e até mesmo, a construção de áreas de lazer em casa.

A Deaço comemora o pleno crescimento do setor da construção civil.

Segundo os diretores da empresa, apesar das dificuldades causadas pela crise sanitária em todo o mundo, o setor de construção civil vem crescendo, apresentando bons resultados e principalmente, gerando vagas de trabalho.

“Mesmo diante da situação difícil em que vivemos, nos traz otimismo saber que há muitas construções sendo iniciadas e que a construção civil tem gerado novos postos de trabalho”, destacam os diretores.

Pedidos? Podemos ajudar