“Outubro Rosa”: mês de conscientização sobre o câncer de mama

No mês de outubro, o mundo e o Brasil celebram uma importante campanha que visa salvar a vida de milhares de mulheres: o Outubro Rosa. Esse movimento nasceu na década de 1990 por meio de uma iniciativa da Fundação Susan G. Komen for the Cure e foi aderido em vários países do mundo, incluindo o Brasil.

O câncer de mama é uma neoplasia grave e é o principal tipo de câncer que acomete as mulheres. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA) em 2020, estima-se 65 mil novos casos. Essa doença apresenta altas taxas de mortalidade, principalmente quando é detectada em estágios mais avançados.

Diante dessa realidade, a campanha “Outubro Rosa” tem o objetivo de conscientizar a população sobre a necessidade de prevenir o câncer de mama e da necessidade do diagnóstico precoce que acontece quando a mulher faz regularmente o autoexame das mamas e inclui na rotina de cuidados com a saúde, visitas regulares ao médico e a realização da mamografia.

O câncer de mama é uma doença silenciosa e o diagnóstico tardio pode atrapalhar o sucesso do tratamento. O ato de fazer o autoexame diariamente ajuda a identificar pequenas alterações nas mamas como caroços, tecidos irregulares e secreções. Nestes casos, ao perceber qualquer alteração, a mulher deve procurar ajuda de um médico.

Além do autoexame, a mamografia também é de extrema importância para o diagnóstico em estágios iniciais. É indicada para mulheres que possuem 40 anos ou mais. No entanto, caso seja necessário, o médico pode solicitar que este exame seja feito mais cedo.

Os cuidados com a saúde incluem informação, os exames de rotina e hábitos de vida mais saudáveis. Por isso, incluir na dieta frutas, hortaliças, oleaginosas e outros alimentos balanceados ajudam na melhoria da saúde como um todo e a evitar várias doenças. Não se esqueça de praticar exercícios físicos.

Pedidos? Podemos ajudar